Pé de atleta

O pé de atleta (Tinea pedis) é uma doença de pele comum e contagiosa que provoca comichão, escamação e, por vezes, bolhas nas áreas afetadas. É um membro do grupo de doenças ou condições designado por tinha, a maioria das quais causadas por dermatofitoses (infeções fúngicas na pele, cabelo ou unhas).

O pé de atleta afeta cerca de 15% da população a nível mundial. Além disso, o pé de atleta é muito persistente e pode facilmente intensificar-se de novo após o tratamento, quando exposto a dermatófitos.

A Tinea pedis é causada pelo fungo conhecido por Epidermophyton floccosum ou fungos das espécies Trichophyton, incluindo T. rubrum, T. mentagrophytes, e T. tonsurans (mais comum nas crianças). Estes microrganismos são geralmente transmitidos em áreas públicas húmidas onde as pessoas andam descalças, como em redor das piscinas ou em balneários, e necessitam para incubarem de um ambiente quente e húmido, como o interior de um sapato. A infeção fúngica do pé pode ser contraída de muitas maneiras, tal como caminhar numa superfície infetada, partilhar uma toalha usada por alguém com a doença, tocando nos pés com dedos infetados (por exemplo, depois de coçar outra área do corpo infetada), ou por usar meias ou sapatos contaminados com fungos. Os fungos podem espalhar-se para outras áreas do corpo, por exemplo, ao coçar-se. Os fungos tendem a infetar áreas da pele que são mantidas quentes e húmidas, tais como áreas com roupas térmicas, calor corporal e suor. No entanto, a disseminação da infeção não se limita à pele. As unhas dos pés ficam infetadas com fungos da mesma maneira que o resto do pé, geralmente por estarem em ambientes quentes, escuros e húmidos com fungos. Observou-se uma taxa de cruzamento de 19% de pé de atleta para fungos das unhas.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


TRATAMENTO

Para tratar o pé de atleta é necessário impedir o seu alastramento para os pés tratando completamente a infeção, qualquer que seja a sua localização no corpo, até os fungos estarem mortos e a pele estar totalmente curada. Existe uma grande variedade de medicamentos tópicos de venda livre e de prescrição médica obrigatória sob a forma de líquidos, sprays, pós, pomadas e cremes para eliminar os fungos que infetaram os pés ou o corpo no geral. Para problemas persistentes estão disponíveis medicamentos orais sujeitos a receita médica.


 


 


PREVENÇÃO

A infeção pode ser evitada criando uma barreira física entre o fungo e a pele. O spray protetor Excilor 3 em 1 impede que os agentes patogénicos entrem em contato com a pele e se propaguem. Além disso, os pés ficam protegidos contra contaminação cruzada através de meias e sapatos infetados.


 


2years-small_pt


 


 


 


 


 


 


 


Athlete_Foot_03_pt