Fungos das unhas

A micose da unha (também chamada de onicomicose) é uma infeção fúngica (fungos dermatófitos) nas unhas da mão ou do pé. Muitas vezes, a infeção começa na periferia da unha podendo ficar amarelada, acastanhada ou esverdeada. A micose introduz-se por baixo ou por dentro da unha, engrossando-a e tornando-a quebradiça. Por vezes, a unha pode soltar-se, total ou parcialmente, o que pode ser doloroso. Em alguns casos, pode mesmo levar à perda total da unha.

Fora do corpo humano, os fungos dermatófitos encontram-se muitas vezes em ambientes quentes e húmidos, por exemplo, nas casas de banho, nos balneários e nos duches dos ginásios, nas proximidades de piscinas ou de saunas… Estes são os lugares mais frequentes de contágio. No caso de contrair uma infeção do tipo “pé de atleta” (outro tipo de micose que afeta a pele entre os dedos dos pés), existe o risco de contágio e de contrair uma micose na unha.

Os fungos das unhas não só têm um aspeto pouco higiénico, como também podem ser contagiosos, passando de uma unha para a outra e até de uma pessoa para outra. Portanto, é essencial tratar os fungos das unhas assim que os sintomas se manifestem e após o diagnóstico da patologia.

Os fungos das unhas não desaparecem por si só!
Se não for tratada, esta infeção piorará e, na pior das hipóteses, pode resultar na perda total da unha.

Sintomas

Caso tenha manchas brancas ou se a unha ficar amarelada, quebradiça e engrossar, é provável que tenha uma micose na unha.
A micose da unha (onicomicose) é uma patologia evolutiva. Sem tratamento, a patologia agrava-se, podendo até perder a unha.
Inicialmente, é possível que surjam manchas brancas, o que é incómodo a nível estético, mas não sentirá qualquer dor. Contudo, a unha deteriora-se gradualmente e, caso não seja tratada, corre o risco de a perder definitivamente.


 


Contágio: os fungos dermatófitos desenvolvem-se em ambientes quentes e húmidos, podendo propagar-se pelos dedos ou de pessoa para pessoa. Os ambientes de risco são: duches, balneários, calçado desportivo, meias, saunas, etc.


 


Se a unha apresentar sintomas semelhantes aos mostrados nas imagens acima, é provável que tenha contraído uma micose na unha e deve consultar o seu farmacêutico.


PREVALÊNCIA

A onicomicose afeta uma parte importante da população: até 20% da população Europeia é afetada por uma micose da unha todos os anos.


 


A prevalência aumenta com a idade. São raros os casos de onicomicose em crianças mas, em contrapartida, a prevalência aumenta significativamente na população entre os 35 e os 59 anos e atinge um número recorde na população com mais de 60 anos. A patologia afeta homens e mulheres de igual forma.


 


A grande maioria dos casos de onicomicose afeta as unhas dos pés e, especialmente, o dedo grande do pé, ao passo que os casos de infeção nas unhas das mãos são bastante menos frequentes. A micose da unha é a patologia mais frequente na unha e é responsável por metade dos problemas que afetam as unhas. O ambiente quente e húmido do calçado favorece o desenvolvimento da micose.


Causas

Os microrganismos responsáveis pela onicomicose – fungos dermatófitos na maioria dos casos – penetram pelas fissuras microscópicas da unha ou pelos tecidos situados nas partes laterais da unha. Uma unha forte e saudável desempenha uma função de escudo protetor das extremidades dos dedos das mãos e dos pés. As fissuras das unhas frágeis por natureza ou fragilizadas por uma pancada ou traumatismo facilitam a penetração dos dermatófitos.


 


Dado que os dermatófitos se desenvolvem em ambientes quentes e húmidos, as casas de banho, os balneários, as proximidades de piscinas, o calçado desportivo, etc., são ambientes que representam um risco de contágio.


PREVENÇÃO

Conselhos para prevenir o risco de contrair uma micose da unha :



  • Mude de meias todos os dias e lave-as a uma temperatura superior a 60 graus.

  • Lave ou limpe o calçado frequentemente. Escolha calçado que permita a respiração dos pés e evite calçado que faça os pés transpirar.

  • Depois de lavar os pés, seque-os bem, principalmente o espaço entre os dedos.

  • Calce chinelos quando tomar banho nos balneários dos ginásios ou das piscinas.


 


 


Lea mais        wall-300x199